SUS distribuirá vacina contra o HPV

O Papilomavírus Humano, muito mais conhecido como HPV, é uma doença viral transmitida em quase 100% dos casos sexualmente e muito séria pois ela é a principal causa do câncer de colo do útero.

Muitas mulheres já tiveram ou terão durante a vida, o que torna o assunto ainda mais sério.  “Pelo menos 90% das mulheres vão entrar em contato com o HPV durante a vida“, afirma Glauco Baiocchi Neto, diretor de Ginecologia Oncológica do A. C. Camargo Cancer Center em entrevista ao Portal de Saúde Abril.

SUS distribuirá vacina contra o HPV

Existem aproximadamente 150 tipos de vírus HPV e o SUS distribuirá em 2014 vacinas que promete proteger as mulheres do contágio  de quatro tipos desse vírus, dentre esses o tipo de vírus que causa o câncer de colo do útero, o segundo tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil.

A vacina protegerá as mulheres dos tipos 16 e 18, que são os responsável por grande parte dos câncer de colo de útero, e dos tipos 6 e 11 que são os responsáveis pelas verrugas genitais. 

A chamada vacina quadrivalente vai proteger as mulheres contra aproximadamente 70% dos HPVs que causam o câncer de colo do útero, o que não descarta a necessidade de outros tipos de prevenção“, afirma Glauco Baiocchi Neto, diretor de Ginecologia Oncológica do A. C. Camargo Cancer Center.

SUS distribuirá vacina contra o HPV

A vacina será distribuídas em meninas de 10 e 11 anos, pois a vacina tem mais eficácia em meninas que nunca tiveram relação sexual e também porque quanto mais jovem melhor é a produção de anticorpos.

Mas as meninas que já iniciaram a vida sexual poderão também ser imunizadas contra os quatro tipos do HPV.

A vacina acontecerá em 2014 em postos de saúde e escolas da rede pública de ensino, e será necessário para a proteção 3 doses da mesma, após a primeira dose, a segunda deve ser aplicada três meses depois e a terceira seis meses depois da segunda.

SUS distribuirá vacina contra o HPV

Os meninos também podem ser vacinados, pois o HPV também é responsável por câncer anais e na cavidade oral, mas eles não entram no calendário nacional de vacinação.

Vale ressaltar que após a vacina, a visita ao ginecologista anualmente deverá ser mantida, pois a vacina só protegerá de 4 tipos do HPV.

Créditos: Portal Saúde da Abril.