Todas nós sabemos que o salto alto garante um visual arrasador e levanta a auto-estima de qualquer mulher, porém, atrás desse item indispensável do closet feminino encontra-se um grave problema à nossa saúde.
.
O uso excessivo do salto alto pode gerar diversos problemas que futuramente torna-se algo frequente, podendo levar à sérios transtornos na coluna, dores de cabeça e articulação.
.
Dados divulgados recentemente pela Organização Mundial da Saúde revelam que 85% das mulheres sofrem com algum tipo de dor na coluna devido ao uso diário do salto alto.
.
Apesar da peça ser ícone para diversas ocasiões, devemos saber administrar a utilização deste, para que o envelhecimento e a condição de vida não traga desconforto e doenças ainda mais perigosas.

.
Por exercer enorme pressão entre os dedos dos pés, o salto alto pode resultar não só no fim do dia, mas em uma vida inteira, dores na panturrilha, nas costas, fraqueza muscular, entre outros sintomas relativos à este tipo de sapato.
.
Além de tudo isso, os saltos podem causar as temíveis joanetes nos pés, trazendo dores e deformidades nada agradáveis aos pés de quem gosta de exibir um bom salto alto.
.
“No longo prazo o salto alto também favorece o aparecimento da artrite. Isso sem contar os problemas musculares na perna” revela a fisiatra Cristina May ao site O que eu tenho.

.
E se após todos esses alertas você ainda não quiser abrir mão do salto diário, lá vai uma dica: Para não perder o charme e nem o hábito, alterne o uso do salto com outros sapatos que são confortáveis e não desgastam tanto a saúde feminina, quanto os slippers, sapatilhas ou até mesmo saltos pequenos.
.
O que vale é você deixar de utilizar diariamente o salto para que estes problemas futuramente não incomodem a sua saúde e bem-estar. Fica a dica, sem descer do salto!
.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.