Uma pesquisa feita recentemente pela Faculdade Acadêmica de Ashkelon, perto da Faixa de Gaza, revelou um mal em que muitas mulheres sofrem durante a gestação e as complicações que ele pode trazer à saúde da mulher.

.
O estresse é comum entre milhares de mulheres por todo o planeta, por diversos motivos, porém a sensação de mal-estar e irritabilidade, pode prejudicar outras vidas.

.
Segundo a pesquisa, mulheres grávidas que passam por estresse nos primeiros meses da gravidez, pode por em risco a saúde de seus bebês.

.
O alerta é dado com base em estudos feitos com 63 mulheres, habitantes de àreas próximas á Faixa de Gaza, no qual sofreram bombardeamentos há alguns meses.

 
As mulheres analisadas, sofreram alto índice de estresse por verem suas vidas na mira de bombas à todo momento.

.

O estresse decorrente desta situação, percorreu pela saúde não só da mãe, mas também do bebê.

.
Especialistas comprovaram através desta pesquisa, que o estresse pode diminuir o nível de ferro no sangue das gestantes.

.
Esse ferro é importantíssimo para o desenvolvimento de órgãos dos bebês, como o cérebro.

.
A pesquisa além de demonstrar a situação conflitante dessas mães com a catástrofe em que vivem e suas saúdes, também tem como objetivo alertar outras mães que por diversos motivos, sofrem com o estresse.

.
Ou seja, tente equilibrar seu bem-estar durante a gestação, prezando a saúde do seu bebê.

.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.