Justiça não vê intenções racistas em clipe de Alexandre Pires

Hoje foi anunciado em diversos sites de notícias que o caso de racismo contra Alexandre Pires, foi arquivado pelo Ministério Público Federal de Uberlândia.

.
Segundo o procurador Frederico Pellucci, não há motivos que aleguem claramente indícios de racismo “A despeito de se reconhecer a utilização da figura do macaco como expressão preconceituosa em relação à população negra, não se avista, no presente caso, essa intenção” relata o procurador.

.
O caso deu-se inicio, quando Alexandre Pires divulgou seu novo clipe, no qual traz ele, Neymar e Mr. Catra vestidos de macacos, saindo de uma floresta rumo à uma festa na piscina.

.
Algumas pessoas relataram discriminação racial e de teor sexual quando viram o clipe.

.
O cantor por sua vez, em entrevista ao Fantástico, se diz surpreso com as acusações já que o clipe não tinha a intensão de discriminar nenhuma raça.

.
Confira mais sobre esta reportagem, clicando aqui.

.

Fonte: EGO.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.