É possível perdoar a traição

 

Em matéria de relacionamento não existe verdade, existe mito, existe conversa, entendimento e intimidade. Cada pessoa sabe do que precisa e onde pode encontrar a sua própria felicidade.

Traição é uma coisa que sempre causa polêmica. E quando ela acontece devemos ou não perdoar? Você é quem decide. Esqueça do que sua mãe, sua avó, e as outras mulheres disseram.

Se você decidir que deve dar uma segunda chance, vá em frente. Mas lembre-se, sem ressentimentos, você deve seguir a sua vida, e dar uma chance para o amor, de novo.

Se você sente que não conseguirá conviver com isso, seja sincera. Falamos com uma profissional, para descobrir como isso acontece. Mas constatamos que o perdão da mulher a uma traição, é mito. Dificilmente isso acontece. Normalmente, elas se vingam.

Suely Buriasco, educadora, formada em Estudos Sociais e com especialização em Mediação de Conflitos, comentou sobre sua experiência, “na verdade, não se pode generalizar, pois, cada caso é único.

O que se observa é que as mulheres estão perdoando cada vez menos; umas continuam a relação e se vingam; outras não suportam manter a relação e se separam envolvidas em grande mágoa”.

Geralmente quem perdoa, vive melhor depois, mas nem sempre é possível continuar o relacionamento. A traição pode trazer ainda mais prejuízo para quem traiu. Logicamente que num relacionamento a traição pode acontecer em diversos níveis, seja ele sexual ou não, mas a sensação ruim é a mesma.

É preciso avaliar com calma, cada caso, porém, Segundo Suely, “é muito maior o fracasso de quem trai, pois quem não consegue enfrentar diversidades conjugais e foge para uma relação extraconjugal está com graves problemas pessoais”. Pode ser um momento para ambos refletirem.

Fonte: Vila Mulher.