Dicas para a hora de escolher uma creche para seu filho

A hora de colocar o filho na creche nunca é um bom momento para os pais, que acabam ficando muito inseguros, culpados e com muitos medos de ter que deixar a criança longe da proteção deles.

Mas algumas vezes isso não pode ser adiado e chega a hora de escolher a creche que cuidará do seu filho, porém como escolher o lugar certo?

Para ajudar nesse momento tão delicado na vida dos pais, separamos algumas dicas para ajudar a escolher o lugar ideal para o seu filho ficar, e para as mamães e os papais ficarem mais tranquilos.

Dicas para a hora de escolher uma creche para seu filho

Dica 1. Opte por um lugar perto da sua casa, ou do trabalho, ou mesmo perto da casa de algum tio da criança, assim no caso de emergências você conseguirá chegar mais rápido e não terá que se preocupar com o trânsito.

Dica 2. Conheça o método de ensino da creche, ela deva transmitir os mesmos valores que são transmitidos em casa para a criança, apesar de ele ser ainda muito pequeno, esse é um ponto importante a ser visto.

Dicas para a hora de escolher uma creche para seu filho

Dica 3. Conheça a infraestrutura da creche, busque saber o número de crianças por sala e o número de auxiliares, e não se esqueça de também observar a higiene do local.

Dica 4. A segurança é de extrema importância, por isso observe se o ambiente é adaptado para os pequenos, ou se ele apresenta muitos riscos como por exemplo degraus ou piscina sem proteção.

Dicas para a hora de escolher uma creche para seu filho

Dica 5. O custo deve ser observado, mas não só pensando na mensalidade, mas em todos os outros custos consequentes como transporte, passeios, matricula e etc.

Dica 6. Os horários da creche devem estar de acordo com os seus horários, não pode ser muito rígidos e também nem muito soltos.

Dicas para a hora de escolher uma creche para seu filho

Dica 7. A comunicação entre pais e creche é de fundamental importância, então busque saber se o lugar onde você pretende deixar seu filho fornece esse tipo de comunicação.

Créditos: Portal Revista Pais e Filhos.