.

O estresse, as dores nas costas e diversos outros problemas de saúde que surgem podem ser consequentes do peso que a maioria das mulheres carrega na bolsa.
.
A chave de casa, marmita, necessaire, garrafinha de água, livro, caderno, blusa de frio e até mesmo chinelo acabam resultando à saúde feminina danos que mais tarde tornam-se irreparáveis.
.
A indisposição ao longo do dia e as desconfortantes dores nas costas acontecem pela sobreposição de peso que o seu corpo recebe e tenta se adaptar para que o peso da bolsa seja erguido.


.
Levar tudo o que puder e couber na bolsa é um perigo que reflete em doenças como a artrite, que se desenvolve com o tempo pela enorme pressão que a bolsa pode fazer nas articulações.
.
As chamadas maxibolsas acabam sendo uma “mão na roda” para quem necessita se equipar de diversos itens por onde vá, porém apresentam risco às mulheres por ficarem concentradas apenas em um local do corpo, em um ombro, estimulando o desvio da coluna, a escoliose, lordose, cifose, inflamação dos músculos, diminuição da sensibilidade, da força do membro superior e deixando a coluna completamente torta, criando a “corcunda” que não desejamos ter.
.
Portanto, o ideal é que alguns cuidados sejam tomados antes mesmo de sair de casa, para que dores e problemas de saúde não aconteçam por causa de uma simples bolsa. Confira as nossas dicas:

 

.

– Para começar, retire tudo o que tem dentro da sua bolsa. Com os objetos fora dela, observe quais podem ser eliminados, quais são realmente úteis e quais são indispensáveis.

.

Analise bem, optando em diminuir a carga que você carrega. A dica-mestre para quem quer evitar problemas de saúde pelo excesso de peso na bolsa é levar apenas o indispensável, como a carteira, documentos, dinheiro, chave de casa e celular;

.

– Se puder troque a sua bolsa por alguma de menor tamanho, assim não haverá motivos e nem condições para que você carregue muitas coisas;

.

– Outra dica importante é para as vaidosas de plantão. Se você não anda sem a sua necessaire, mas ela anda recheada de maquiagem e produtos de higiene pessoal, que tal optar por miniaturas? 

.

Troque, por exemplo, aquele perfume que você ama por uma miniatura. Com esta mudança você estará diminuindo o peso da sua bolsa;

.

– Bolsas que possuem alças largas ou alça lateral são as mais indicadas, por distribuírem melhor o peso sob o corpo;

.

– Evite alças longas. Pois quando caminhamos até o nosso destino, a bolsa pode ficar pendurada batendo no corpo a cada passo;

.

– Tente não carrega-la para todos os lugares. Uma boa escolha são as clutch, as novas maxicarteiras. Com elas você não carregará, levando apenas o essencial;

.

– Ao longo do dia alterne a posição em que a bolsa fica, pois assim o peso não prejudicará tanto a sua saúde;

.

  • Bolsas com poucos compartimentos são ideais para que objetos desnecessários não sejam depositados nela;

.

– Caso você estude, prefira carregar nas mãos pastas com livros e cadernos. Desta forma, o peso não ficará centralizado apenas na bolsa;

.

– Fazer alongamentos todos os dias, também é uma forma de se prevenir contra as doenças causadas pelo excesso de peso na bolsa;

.

– Você necessita carregar muitos objetos? Então prefira uma mochila ao invés da tradicional bolsa. Com isto, o peso será distribuído por igual entre os dois ombros;

.
Dicas indispensáveis: Se mesmo depois de feitas estas mudanças na sua bolsa você ainda sentir dores, não deixe de consultar um médico. Não esqueça também de ficar de olho nos excessos que as bolsas dos seus filhos podem ter.

.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.