This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

Dicas de como controlar o ciúme

/, Matérias, Relacionamentos/Dicas de como controlar o ciúme

Dicas de como controlar o ciúme

 

Quando se ama ou se deseja, a vontade é de que você, amante, seja o único objeto amado e desejado pelo parceiro.
.
E quando, por um mínimo detalhe, vem à tona a sensação de que essa condição possa ser perdida, surge o ciúme” inicia o psicólogo Victor Dalla em um bate-papo sobre o dilema que persegue os relacionamentos.
.
Redes sociais, SMS, saídas com os amigos, entre outras situações colaboram para que o ciúme cresça. Porém em alguns casos, o ciúme comum acaba tornando-se em um ciúme excessivo em que o relacionamento passa a ser vigiado, controlado e desconfiado à todo instante. Mas será que isto é saudável para a relação?
.
Podemos também, enxergar o ciúme como condição normal de toda relação, desde que seja contextualizado. Neste sentido, algumas vezes se manifesta de maneira coerente e aceitável, mas em outras, de maneira ilógica e doentia.” explica Victor.
.
Existem algumas maneiras de controlar o ciúme e reatar o amor, não deixando que a desconfiança atrapalhe o relacionamento.
.
Confira abaixo algumas dicas e deixe de lado o ciúme para viver uma relação mais sadia e confiável:

.
Primeiros passos para eliminar o ciúme:
.
1. Reconheça que o ciúme existe;
.
2. Sofre calada ou explode? Ambas as maneiras são destrutivas. Tente dialogar com o parceiro sobre sua condição, sobre os contornos de seu ciúme. Peça ajuda!
.
3. Lembre-se que nos momentos de ciúme podemos agir de maneira impensada, resultando na destruição da relação;
.
4. Assuma a insegurança e analise até que ponto ela pode ser prejudicial entre você e o seu amor;

Dicas de como controlar o ciúme
Questione-se sobre o ciúme:
.
-Qual é o tamanho do meu sofrimento?
.
-Consigo dar seguimento às atividades cotidianas sem ficar absorto na sensação de ciúme?
.
-Do que/quem desconfio? Essa desconfiança parece minimamente provável?
.
-Tenho motivos para desconfiar do parceiro?
.
-Quanto o ciúme atrapalha minha relação?

Dicas de como controlar o ciúme
Mas e se ele tiver crises de ciúme excessivas?
.
Procure conversar com o parceiro para entender a situação: o que está havendo? Do que ele tem medo?
.
Fale francamente o quanto isso atrapalha a relação e que ser acusado injustamente não é posição agradável de ocupar.
.
Tente explicar/mostrar dados de realidade para eliminar suas incertezas. Neste sentido, utilize como exemplo alguma situação vivida e aponte o que não ficou claro: em que momento surge o ciúme? Ciúme de que/quem? Fiz algo para aguçar seu ciúme?
.
Também, é importante procurar ajuda profissional, pois algumas questões são apenas expostas para um profissional, assim como, no sentido do seguimento que será dado a essas angústias e medos.

Dicas de como controlar o ciúme
Tratando o ciúme:
.
A psicoterapia de casal ou psicoterapia individual (para o ciumento ou para o parceiro) é ideal para que este mal se torne cada vez menor dentro da relação.
.
A ideia do trabalho é que se entenda a condição do ciúme, o que isso traz de consequência, como é viver nesta condição, transformando as sensações e atos cotidianos, para que então, que se saia da condição de sofrimento por sentir ou se deparar com a sensação de posse.
.
Fonte: Psicólogo Victor Dalla Nora Araujo – Psicólogo Clínico – CRP- 06/104201 – Contato: www.marisapsicologa.com.br

2012-09-19T10:00:07+00:00