Como fazer a criança querer comer?

Chega uma certa hora do desenvolvimento das crianças que a fome parece sumir. Basta fazermos a papinha que logo ela se nega a comer e isso pode se estender durante mais alguns anos.
.
A fome que antes a criança tinha ao se amamentar se ausenta dando lugar à birras e a falta de vontade de comer.
.
A hora da comida torna-se uma tarefa árdua para as mães que se multiplicam, viram mestres na arte de brincar ou até mesmo em distrair os pequenos para que a refeição seja ingerida.
.
Esta fase que acompanha os pequeninos logo cedo pode ser facilitada com algumas atitudes e muita paciência, já que a criança não entende a importância do se alimentar, apenas querendo brincar e fazer outras tarefas longe da comida.
.
Pensando nesta missão quase impossível que muitas mães vivem diariamente, o Nós Mulheres buscou alternativas para as mamães driblarem os choros e manhas, fazendo as crianças se alimentarem adequadamente.
.
Para isto, conversamos com a psicóloga Gabriela Monéa que a seguir contou o porquê desta atitude logo nos primeiros anos de vida e o que fazer quando esta fase chegar. Vamos conferir?:
.
Nós Mulheres – A partir de que idade normalmente a criança para de querer comer?
.
Psicóloga Gabriela – Após o segundo ano de vida o interessa da criança pela comida diminui consideravelmente.

 

Como fazer a criança querer comer?
Nós Mulheres – Por quê as crianças tem este tipo de comportamento?

.
Psicóloga Gabriela –
Porque seu ritmo de crescimento diminui e, portanto, necessitam de menos alimento. Além disso, muitas outras coisas estão acontecendo ao seu redor e ficar sentado comendo as faz perder tempo.
.
A criança nessa fase, quer correr, brincar, descobrir, explorar e, comer, fica em segundo plano. Além disso, ela se torna mais seletiva em relação aos alimentos e suas preferências alimentares começam a ser definidas.

Como fazer a criança querer comer?
Nós Mulheres – Como os pais podem fazer para driblar esta situação?
.
Psicóloga Gabriela – Crie o hábito de fazer com que a criança sente-se à mesa para comer. Criança não tem que comer no sofá, com a televisão ligada ou andando pela casa.
.
Faça o prato da criança com pequenas quantidades de comida, mas com alimentos variados e nutritivos. Tente colocar cores e fazer com que o prato seja atraente.
.
Não force a criança a comer tudo o que está no prato e não faça da hora da refeição um momento de briga.
.
Se ela recusar-se a comer, tire-a da mesa e tente mais tarde.
.
Lembre-se que as refeições nunca devem ser substituídas por bolachas, doces e outros tipos de alimentos, inclusive mamadeira. Quando a criança sentir fome, ela pedirá. Volte a oferecer comida no horário da próxima refeição.
.
Após o terceiro ano de vida essa dificuldade tende a diminuir. A criança aceita melhor experimentar novos alimentos e mostra-se mais independente para alimentar-se.

.
Fonte:
Psicóloga Cognitiva Comportamental e também com base psicanalítica, Gabriela Monéa – CRP: 06/56084-7.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.