Como combater e evitar rugas?

Na era do Botox, é difícil não se deixar levar. Todo mundo quer uma pele aveludada, macia e claro, lisa, sem marca de expressão ou pé de galinha. Muitas mulheres já aderiram as novidades para conquistar uma aparência mais jovial. Outras estão se prevenindo. E se você acha que está na hora de começar a se cuidar, fique atenta aos métodos que já existem no Brasil.

A dermatologista Adriana Vilarinho explica que hoje a melhor maneira de evitar rugas é usando filtro solar todos os dias, cremes antioxidantes de noite, hidratante durante o dia e vitaminas via oral, além disso, não se deve tomar sol no rosto. Não é novidade, mas muita gente ainda fica horas se expondo ao sol. É preciso mudar esse comportamento. Ela conta também que as mulheres apresentam as marcas faciais mais cedo do que os homens por causa da espessura da pele que é bem mais fina.

“Para quem já tem rugas, os tratamentos mais indicados são lasers associados à rádiofrequenica, peelings e também os antioxidantes”, alerta a doutora que acredita que plásticas são aconselhadas dependendo do grau de flacidez e tipo de pele.

O cirurgião plástico Rodrigo Mangaravite fala sobre os dois procedimentos. “O método cirúrgico mais conhecido se chama Lifting, que é feito pela orelha (na frente ou atrás) para mexer na musculatura da face. Em um mês já dá para ver o resultado. Para as pálpebras o que se usa hoje em dia é a blefaroplastia. Ela é feita quando há um excesso de pele na região dos olhos, não é preciso tomar anestesia geral nesse caso e sim local com sedação”, detalha o médico.

Em relação ao procedimento não cirúrgico o principal é o preenchimento. “O botox age muito bem na testa e no pé de galinha, por exemplo. Ele inibe a contração do músculo. E a vantagem é que depois de seis meses é completamente eliminado do rosto. Outra forma de preenchimento e que tem feito sucesso ultimamente é o enxerto, quando é usada a própria gordura do corpo para disfarçar as imperfeições”.

O critério de aplicação

Para cada paciente deve ser feita uma avaliação. Não se trata de uma receita igual para todas. Cada mulher tem um rosto, uma marca e precisa de uma quantidade diferente, seja de botox, seja de gordura. É preciso aplicar sem perder a expressão da face porque em alguns casos fica parecendo que a pessoa está com o rosto congelado. Por isso, se você se interessou por algum desses procedimentos, consulte um bom especialista que tenha referências e que você já tenha visto algum trabalho!