Como aproveitar as liquidações sem deixar de poupar dinheiro

Basta estrear aquela liquidação imperdível para a nossa poupança ser zerada como em um passe de mágica.
.
Esse mal acontece diariamente com muitas mulheres que acabam notando que o dinheiro poupado foi gasto por conta das tendências que estampam as vitrines dos shoppings.
.
Poupar dinheiro sem abrir mão dos desejos e vontades que a moda nos traz parece ser missão impossível, mas podemos caminhar lado a lado com a moda, sim, sem precisar gastar todo o orçamento.
.
Para desvendar esse tabu, conversamos com o educador financeiro Reinaldo Domingos, que acaba de lançar o livro “Eu Mereço Ter Dinheiro” da Editora DSOP, baseado neste dilema feminino.
.
De forma bem humorada, Reinaldo mostra como analisar se a compra é realmente necessária, evitando os gastos desnecessários que as grandes promoções nos proporcionam. Vale a pena conferir e anotar, hein?!:
.

1º Não aja por impulso – “Cuidado com o que você deseja! Pessoas movidas por impulsos quase sempre erram.” Portanto, não aja com impulso ao adquirir algo. O melhor a se fazer é planejar cada gasto e pesquisar em diferentes lojas, para assim obter sucesso tanto na compra quanto na economia do seu dinheiro.

Como aproveitar as liquidações sem deixar de poupar dinheiro

2º Elimine gastos – “Amadurecer é reconhecer o que faz parte da sua essência e saber abrir mão de tudo aquilo que não faz.” Sendo assim, gastos desnecessários devem ser cortados com intuito de eliminar o “mal pela raíz”, ou seja, evitando prejuízos no fim do mês;
.
3º Tenha foco – “Se você não depositar a sua fé em si mesma, ninguém mais o fará!” Acreditar que você consegue fazer boas compras e poupar dinheiro é essencial para que o impulso e as liquidações não faça você ficar no vermelho;

Como aproveitar as liquidações sem deixar de poupar dinheiro

.
4º Planeje – “Todo mundo nasce com habilidades especiais! Você já descobriu quais são as suas?” Planejar, por exemplo, é uma ótima forma para evitar exageros na hora da compra. Sabe aquele “leve 2 e pague 1”? Pois bem, analise se você realmente precisa do que está sendo oferecido, afinal muitas vezes compramos por impulso e acabamos não utilizando a compra;

.
5º Tenha ponderância – Você quer ser uma pessoa que tem dinheiro ou apenas uma pessoa que aparenta ter dinheiro?” Tudo bem desejar aquele sapato na liquidação, mas o que não vale é gastar mais do que 10% do seu salário em roupas por simples vontade. Saiba dosar o seu dinheiro, dividindo entre as despesas e as economias;

Como aproveitar as liquidações sem deixar de poupar dinheiro.

6º Controle-se – “Você precisa aprender a controlar o seu dinheiro, ou ele acabará controlando você.” Um dos passos para poder renovar sempre o guarda-roupa, sem deixar de ter algumas notinhas no bolso é saber se controlar. Faça uma lista com aquilo que você precisa comprar e não compre nada mais do que o que foi estimado. Assim você estará se controlando contra o consumismo que nos leva a gastar o dinheiro sem motivo;

Como aproveitar as liquidações sem deixar de poupar dinheiro

.
7º Poupe – Nós precisamos ter tesão em ter dinheiro! O erro da maior parte das pessoas é que elas têm tesão em torrá-lo, em vez de guardá-lo para si!” Guardar dinheiro é uma ótima dica para quem quer ter sempre aquele sapato novo ou a roupa da estação. Para isto, entenda que guardar é essencial para que as dívidas, a economia e as compras não entrem em conflito. Separe cada mês o dinheiro para pagar o que deve, o dinheiro reserva para emergências e, claro, o dinheiro reserva para comprar aquela peça incrível que acaba de lançar nas lojas.
.
E como diria Reinaldo ao encerrar esta entrevista “dinheiro pode não ser sinônimo de felicidade, mas a falta dele pode tornar a vida muito sofrida”, finalizamos mais estas dicas com o intuito de lhe mostrar que poupar não é aquele bicho de sete cabeças que imaginamos ao folhear o jornal de economia.
.
Basta um pouquinho de estratégia, consciência e força de vontade! Prontas para renovar o closet e a poupança?

.
Fonte: Reinaldo Domingos – Educador Financeiro –CRC: 1SP113.639/O1.
Por: Jornalismo Nós Mulheres.