Acessórios: moda e saúde.

O guarda-roupa pode ser um grande aliado da saúde das mulheres e ajudar a prevenir doenças.

Óculos, batom e chapéu são alguns bons exemplos de proteção, enquanto que bolsa e salto alto entram como vilões para quem busca uma vida mais saudável.

O armário da mulher pode oferecer opções que protegem a saúde feminina. Alguns acessórios, no entanto, prejudicam o organismo e não são tão amigos assim.

Para auxiliar nas escolhas antes de sair de casa, o Delas separou cinco produtos.

Veja como usar e abusar dos aliados (óculos, batom e chapéu) e também como amenizar os efeitos nocivos trazidos por aqueles que prejudicam o corpo (bolsa e salto alto).

Óculos escuros

Para este acessório ir além do estilo e chegar à saúde, a Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) afirma que as lentes precisam ter proteção contra os raios ultravioleta.

Caso contrário, os óculos desempenham papel exclusivo de enfeite. Até a cor das lentes influencia na proteção.

A importância deles para a saúde é indiscutível, já que o sol em excesso, quando castiga a retina, pode até mesmo causar um câncer raro nos olhos.

Outra ajuda extra dos óculos é a proteção do rosto, em especial se o formato for daqueles maiores.

O câncer de pele, já concluíram os pesquisadores, dobra o risco de desenvolvimento de outros tipos de tumores malignos

Para – além de protegida – a mulher ainda ficar bela, veja algumas dicas na hora de escolher a armação

Chapéu

Temporada sim, temporada não ele entra nas passarelas. Neste verão, o panamá virou vedete e está na cabeça de várias celebridades (as atrizes Penélope Cruz e Juliana Paes são só alguns exemplos).

Sem levar em conta o estilo, os dermatologistas afirmam que ele é um ótimo aliado feminino, pois protege o rosto dos raios solares, afastando problemas como queimaduras, câncer, ressecamento e sardas.

A top Gisele Bündchen, inclusive, já afirmou que dispensa o protetor solar e costuma circular sempre de boné. Calma! Não é bem esta a recomendação dos especialistas, que reiteram a importância do acessório da cabeça e também do protetor em creme

Batom

Coral, rosa vibrante, vermelho e até azul. O arco-íris que enfeita as novas coleções de batons também traz um toque de saúde para as usuárias.

Reaplicados a cada 40 minutos – e se tiverem a proteção adicional do filtro solar – esses cosméticos protegem contra a manifestação de herpes, fissuras e até câncer nos lábios, já alertou a Sociedade Paulista de Estomatologia.

Bolsa

A expressão “as mulheres carregam o mundo nas costas” não se trata de exagero quando a avaliação está concentrada na bolsa de algumas delas.

O peso do acessório pode tornar-se uma cruz difícil de carregar, provocando dores, inflamações e até problemas de postura, uma das armas da autoestima.

Se os quilos extras trazidos pelas agendas, guarda-chuva, papeis, documentos, cosméticos e todo o resto considerado indispensável para o dia a dia não estiverem equilibrados pelo corpo, o resultado pode ser escoliose, dores lombares e torcicolo.

Por isso, independentemente do tamanho da bolsa, não arrisque. É preferível deixar algumas coisas em casa ou no escritório a carregar problemas por anos e anos.

Salto alto

Para avaliar se a mulher corre risco de trombose venosa, o cirurgião vascular Francisco Osse costuma olhar para os pés.

O especialista não titubeia em responsabilizar os sapatos de salto alto pelas dores e inchaços nas pernas, queixas comuns no universo feminino.

De fato, os ortopedistas não olham com bons olhos para os scarpins, salto agulha e anabelas que tanto agradam as mulheres.

Assim como as bolsas, eles também são responsáveis por dores nas costas, interferência na postura e até quedas.

O uso com moderação é a chave e, por vezes, é melhor prejudicar o estilo em favor da saúde. Os saltos são lindos, porém perigosos dizem em coro os especialistas.

Fonte: Portal ig.